Buscar
  • Divanise Salto

Qual sua verdadeira essência?

Veja o que a astrologia pode fazer por você



Um camponês encontrou um filhote de águia, resolveu mantê-la cativa e colocou-a junto com as galinhas.


A águia comia milho e ração para galinhas, permanecia ali sem tentar voar, embora fosse a rainha dos pássaros.


Depois de alguns anos apareceu ali um naturalista e disse:


-Esse pássaro não é galinha, é uma águia.


-De fato - disse o camponês, mas eu a criei como galinha. Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinha como as outras, apesar das suas longas asas.


-Não - retrucou o naturalista - ela é e sempre será uma águia, pois tem um coração de águia. Este coração a fará um dia voar às alturas.


O camponês estava convicto de que a águia jamais voaria. Mas o naturalista tomou a águia nas mãos, ergueu-a bem alto e desafiando-a disse:


-Você é uma águia, você pertence ao céu e não à terra, então abra suas asas e voe... A águia olhou para o galinheiro onde tinha vivido grande parte de sua vida; viu as galinhas tranquilamente ciscando o milho, pensou que não seria capaz de sobreviver em outro local.


Mas o naturalista tornou a insistir. Levou-a até o telhado da casa, mostrou-lhe o céu infinito e sussurou-lhe:


- Veja o céu, veja o vento, veja dentro de você e encontre sua verdadeira natureza. Você é uma águia e tem a liberdade de voar, conhecer o mundo, e quando quiser, poderá voltar para rever aqueles que ama. Abra suas asas e voe...


A águia ainda tinha dúvidas. Olhou ao seu redor e tremeu experimentando uma nova vida. Olhando para o horizonte, seus olhos encheram-se da claridade do sol e da vastidão do horizonte. Nesse momento, ela abriu suas asas, grasnou e ergueu-se, soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto, a voar cada vez para mais alto. Voou...voou... até confundir-se com o azul do firmamento...

2 visualizações0 comentário

 

Rua Padre Chico 221 sala 504 - Pompéia - São Paulo

Celular e Whatsapp: 55 11 99989-6574

Divanise@harmonizese.com.br